Home / Notícias / Saresp

SARESP 2007

Saresp 2007 mostra que diagnóstico da pasta está correto; período de estudos precisa de alterações

A Secretaria de Estado da Educação programa uma série de alterações para o Ensino Médio. Todas foram anunciadas em 2007 e fazem parte das metas e ações do governo do Estado, mas já começam a ser implantadas neste ano. Os alunos estão, por exemplo, em período de recuperação, por 42 dias, no 1º, 2º e 3º ano. O objetivo é focar em matemática e língua portuguesa, sem deixar de lado as outras disciplinas.

Todos os alunos terão neste ano um currículo a ser seguido, com expectativas de aprendizagem. Trata-se de uma base para o melhor ensino aos alunos. A autonomia das escolas, claro, continua, mas agora com uma base forte para as aulas.

As mudanças não param por aí. Já a partir de abrir haverá um novo reforço paralelo para os estudantes, com foco inovador, seguindo os resultados do Saresp. Esta recuperação será importante para alterar possíveis dificuldades já durante o ano letivo.

A Secretaria está selecionando novos professores-coordenadores, que serão responsáveis pela implantação das políticas inovadoras. Para o Ensino Médio a prova já foi realizada e os profissionais assumem a função nos próximos meses. Cada professor-coordenador será responsável por um ciclo do Ensino Fundamental e pelo Ensino Médio, com até 30 classes. Ou seja, se a escola tiver 1º e 2º ciclos de Fundamental (1ª a 4ª e 5ª a 8ª série) e Ensino Médio, terá pelo menos três professores-coordenadores.

A última alteração é que a partir de agosto os estudantes poderão trilhar dois caminhos: ensino técnico ou reforço voltado à continuação dos estudos. Com o curso Gestão de Pequenas Empresas, a Secretaria irá disponibilizar 50 mil vagas na capital, para alunos a partir do 2º ano. Somente para a capital serão cerca de 24 mil vagas. Serão seis horas de aulas por semana. Para os estudantes restantes haverá um intenso reforço, com a mesma carga horária.

"Os resultados do Saresp 2007 mostram como esta recuperação do Ensino Médio é importante. Queremos que os estudantes tenham uma base ara continuar o caminho dos estudos", afirma a secretária de Estado da Educação, Maria Helena Guimarães de Castro.

O Saresp 2007 mostra que no Ensino Médio a rede estadual tem desempenho bem abaixo do adequado. A média da 3º série (série avaliada pelo Saresp) é de 263,7, com ligeiro crescimento em relação ao desempenho dos alunos das escolas estaduais de São Paulo no Saeb 2005 (avaliação federal), que teve média de 261,8. "Mas está aquém do que desejamos para todos os nossos alunos. Temos de trabalhar muito para que o desempenho das nossas escolas atinjam padrões de qualidade que permitam chegar ao nível adequado de 350", diz Maria Helena. "Educação é política de longo prazo, exige persistência e compromisso de todos".